Poemas que gosto, poemas que nem gosto, mas que vem brincar por aqui por acaso...

Poema ao acaso

Ocorreu um erro neste gadget

20 abril, 2007

Crônicas

Crônicas que publiquei no Parapeito de Papel e no Overmundo:


Foto: Grupo de artistas realiza intervenção política diante do edifício Prestes Maia, como parte das ações de apoio aos movimentos de moradia do centro de São Paulo.

(Foto encontrada no blog Xamânico, de autoria de Polart)

Mercearia Visual


Mais uma brincadeira...
Na verdade já faz um tempo, mas esqueci de contar: mais um blog, desta vez apenas para fotos, sem texto. Imagens que têm que falar por si.

Chama-se Mercearia Visual e lá se encontrarão variedades de imagens diversas, assim meio numa vitrine ou amontoadas como cereais, frutas e peixes.

12 abril, 2007

História de doido


Ler História de doido
é interessante.

Fez-me lembrar dos "loucos" da minha época na USP na década de 80. Um deles chamava-se Piauí e circulava no prédio de Ciências Sociais. Andava falando o tempo todo, com um discurso bem elaborado, mas sem se dirigir às pessoas. Dizia-se que tinha sido perseguido na época da ditadura e tinha ficado desse jeito. Haviam muitos outros que frequentavam a universidade, moravam nas residências estudantis e são lembrados até hoje nas comunidades do Orkut. Mais inesquecíveis do que alguns professores ou as próprias disciplinas.
Uma amiga antropóloga fez uma tese interessante sobre o Juqueri.
E eu adoro músicas sobre loucura - há diversos "clássicos". Enfim, como disse uma das pessoas que comentou o post, é fascinante.

02 abril, 2007

Pergunte ao Pó

Quando eu li "Pergunte ao Pó", de John Fante, chegando ao fim do livro, parei!
Parei de pena de abandonar Arturo Bandini.
Parei de pena de deixar de continuar conhecendo Arturo Bandini.
Deixei o livro sem terminar de ler de tanto que gostei dele.
Após tê-lo lido quase sem parar, dando algumas pausas para "economizar", fiquei vários dias sem contato com ele, evitando terminar o livro.

O novo Ano Novo...