Poemas que gosto, poemas que nem gosto, mas que vem brincar por aqui por acaso...

Poema ao acaso

Ocorreu um erro neste gadget

03 março, 2006

Yara Camillo

Lançamento do livro da Yara Camillo Posted by Picasa
Dias como esses de brincadeiras gostosas entre pessoas que se conhecem e fizeram arte juntos há mais de 20 anos precisavam se repetir mais, por isso, registro o momento, embora já faça 2 anos.
Até o Marco de Andrade estava em São Paulo nesse dia, ele que anda mais em Minas hoje do que nas FAUs de antigamente. As Monteiro - Cíntia, Lena e Lívia. O Mauro. O Foca. Ana Mara, da época do TIMOL, um século. Dona Lucila, igualzinha. Amigos da Yara da época da Academia Juvenil de Letras, década de 70.
Yara, nossa mentora, que nos trouxe Cortázar, que nos deu outra dimensão para as montagens teatrais, que nos abriu outras possibilidades para nossos textos, que nos fez ir tantas vezes à Vila Madalena e depois ao Mandaqui... Lembra da gente ir na sua casa cuidar do seu gato, enquanto você viajava?
Figurinha rara, que às vezes Trancoso deixar vir a São Paulo.
Artista que, quando deixa de lado as traduções fugazes, nos entrega sua alma interpretando ou escrevendo.
Quando será a próxima vez?

Nenhum comentário:

O novo Ano Novo...